23 de julho de 2024

“POWER BAZOOKA” – ESQUADRÃO RELÂMPADO CHANGEMAN

FICHA TÉCNICA:

Nome Original: Dengeki Sentai Changeman
Nome do Brasil: Esquadrão Relâmpago Changeman
Gênero: Tokusatsu
Ano: 1985 / 1986
Criadores: Toei Company
Número de Temporadas: 01
Número de Episódios: 55
Duração: 25 minutos por episódio
País de Produção: Japão

RESENHA (SEM SPOILERS):

Cinco jovens militares
são escolhidos pela misteriosa Força Terrena
e ganham poderes de animais lendários:
Dragão, Grifo, Pégaso, Sereia e Fênix.
Juntos, eles devem enfrentar o perigo
causado pelos alienígenas de Gôzma,
um império galáctico liderado pelo cruel Bazoo,
decidido a dominar a Terra.
Changeman fez grande sucesso em seu país de origem
e marcou a história do tokusatsu no Brasil,
quando foi exibido pela Rede Manchete entre 1988 e 1994
e a partir do mesmo ano pela Rede Record e mais tarde pela CNT,
o seriado também foi exibido pela Rede Brasil.
Changeman é muito parecido com os Power Rangers
heróis coloridos, robô gigante, monstro do dia, entre outras coisas.
Além dos heróis, os vilões também tinham muito carisma,
como o Comandante Giluke, Monstro Gyodai, Pirata Espacial Buba,
Senhor Bazoo, Navegante Gaata, Princesa Shima, Rainha Ahames
e até os feiosos dos soldados Hidler,
que só serviam de saco de pancadas, eram bacanas.
O seriado fez muito sucesso ao lado de Flashman, Jaspion,
Jiraya, Jiban e muitos outros nas tardes da TV Manchete.
Changeman é simplesmente um clássico dos Tokusatsus!
Imperdível!

Texto escrito ao som de Hironobu Kageyama – Changeman (abertura)

NOTAS E CURIOSIDADES:

Com 55 episódios, “Changeman”
foi o seriado de tokusatsu mais longo dos anos 1980.
Também foi o segundo mais longo da franquia “Super Sentai”,
perdendo somente para a pioneira série Goranger,
que teve 84 episódios entre 1975 e 76.

“Changeman” teve dois especiais de cinema de 25 minutos cada
produzidos durante a série e exibidos somente no Japão,
durante o Festival do Mangá da Toei.
Esse festival apresentava aventuras inéditas
de personagens famosos da temporada televisiva.

O ator Hiroshi Kawai (o Griphon)
faria ainda outro personagem marcante no gênero:
o motoqueiro Satoru, coadjuvante em “Metalder” (87).
Fora isso, ainda acumulou participações em “Flashman” (86),
“Jiraiya” (88) e na inédita série “Janperson” (93).
Ele, que saiu da área artística, fez uma ponta novamente
como Hayate em um episódio de “Gokaiger”, série “Super Sentai” de 2011.

Shiro Izumi (o Pegasus) também fez grande sucesso no Japão
em “Jyuranger” (1992), a série que deu origem aos “Power Rangers”.
Em “Jyuranger”, Izumi interpretou Burai, o Dragon Ranger,
conhecido no ocidente como o primeiro Ranger Verde.

O ator Haruki Hamada (Dragon) se tornou apresentador de noticiário
e ganhou destaque na área jornalística quando narrou, ao vivo,
o ataque terrorista às torres gêmeas do World Trade Center,
em 11 de setembro de 2001.

Na trilha sonora, as canções foram interpretadas por Hironobu Kageyama,
um dos nomes mais conhecidos entre os fãs de músicas de animê.
Ele já gravou centenas de temas (sozinho ou com seu grupo JAM Project),
tendo interpretado também músicas para “Dragon Ball Z”, “Maskman”
e “Cavaleiros do Zodíaco”, o astro já veio ao Brasil diversas vezes
e o tema de Changeman sempre tem destaque em seus shows.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!