13 de abril de 2024

“É NOVAMENTE UM NATAL LUMINOSO” – CARTAS DO PAPAI NOEL

FICHA TÉCNICA:

Titulo: Cartas do papai Noel
Título Original: Letters From Father Christmas
Autor: J. R. R. Tolkien
Gênero: Ficção infantil e Juvenil
Editora: HarperCollins
Publicação: Original 1976
Número de Páginas: 176 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

De 1920 a 1943 os filhos de Tolkien, John, Michael, Christopher e Priscilla
todo mês de dezembro recebiam um envelope, com selo do polo norte.
Dentro dele havia uma carta, escrita com caligrafia tremida
e acompanhada de um belo desenho colorido.
O remetente destas cartas: Papai Noel.
Nelas o velhinho contava incríveis histórias sobre o seu cotidiano no polo norte,
sempre ajudado pelo atrapalhado assistente, o Grande Urso Polar do Norte(Karhu).
Com o tempo novos personagens vão tomando forma nas cartas,
como o Homem da Lua, os Trasgos,
os sobrinhos do Urso Polar do Norte (Paksu e Valkotukka),
Ilbereth (elfo secretário), os Elfos Vermelhos, o Urso Pardo das Cavernas
(E seus filhotes de sobrinhos netos e parentes), Gnomos Vermelhos,
as renas, o Boneco de Neve (jardineiro).
Algumas cartas são curtas, por causa da falta de tempo,
e desejam apenas um bom natal enquanto outras são mais extensas,
chegando inclusive a criar uma língua (se não fizesse isso não seria o Tolkien),

A língua Árdica, mencionada inicialmente na carta de 1929.

A carta de 1932, especialmente, é uma da maiores
e conta com várias páginas de relatos das aventuras daquele ano.
Ao longo dos anos vamos notando nos relatos a preocupação de Tolkien
com os fatos ao redor, como a segunda guerra, na carta de 1939
e nos anos seguintes, e menções ao nazismo (queima de livros)
no relato da guerra contra os Goblins.
Em resumo: Recomendo a leitura,
principalmente para pais que querem contar histórias natalinas
interessantes aos filhos, pessoas interessadas em histórias interessantes
para “consumo próprio” e pessoas, fãs ou não,
interessadas em conhecer o lado mais humano possível de J. R. R. Tolkien.

Resenha escrita ao som de Louis Armstrong – When The Saints Go Marching In

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!