23 de junho de 2024

“AINDA HÁ ESPERANÇA” – OS FANTASMAS DE SCROOGE

FICHA TÉCNICA:

Nome original: Disney’s A Christmas Carol
Nome do Brasil: Os Fantasmas de Scrooge
Gênero: Animação (captura de movimento) / Aventura / Fantasia
Ano: 2009
Duração: 1h 36 min
Direção: Robert Zemeckis
Roteiro: escrito por Robert Zemeckis, baseado na obra de Charles Dickens
Elenco principal: Jim Carrey / Gary Oldman / Colin Firth / Bob Hoskins
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

A adaptação é bem fiel ao livro de Dickens, que inspirou a animação.
Ela conta a história de Scrooge, um velho ranzinza e muquirana que,
no início do filme, está está providenciando o enterro de seu sócio Marley.
Scrooge leva a economia a extremos e não admite qualquer gasto que não seja impossível de evitar.
Scrooge mantém contato com seu sobrinho Fred, seu único parente vivo,
e com seu funcionário Bob Cratchit, extremamente mal pago e pai de Tim,
uma criança com problemas de saúde , que o pai Bob não consegue pagar o tratamento.
Scrooge considera o natal “um embuste”,
e acha um absurdo as pessoas não trabalharem no natal e ele ser obrigado a pagar por isso.
“Eu não fico feliz no Natal e nem posso bancar a felicidade de pessoas que não querem trabalhar.”
Naquela noite, recebe a visita do Fantasma de seu sócio que diz estar sofrendo enormemente.
Sua salvação depende da visita de três fantasmas, os espíritos do natal presente, passado e futuro.
Será possível um homem tão amargo e sovina se redimir?

Resenha escrita ao som de Roupa Nova – Noite Feliz

NOTAS E CURIOSIDADES:

Esta foi a estreia de Jim Carey na Disney,
e o segundo filme de temática natalina feito por ele, o primeiro foi o Grinch.
neste filme interpretou 7 papeis, Gary Oldman 3 papeis e Bob Hoskins 2 papéis.

Foi a terceira versão do livro de Charles Dickens pela Disney,
sendo a primeira Um conto de natal do Mickey em 1983,
com Tio Patinhas como Scrooge, Mickey como Bob,
Pateta como Marley, o sócio de Scrooge, e o Pato Donald como Fred.
A segunda versão foi O Conto de Natal dos Muppets,
que introduz o musical no melhor estilo Muppets na Obra.

Robert Zemeckis, que é diretor de “De volta para o futuro”,
diz que a história de Dickens é uma das melhores histórias de viagem no tempo.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!