19 de abril de 2024

“UM É POUCO, DOIS É BOM E TRÊS É DEMAIS” – ASTRONAUTA: PARALLAX

FICHA TÉCNICA:

Nome original: Astronauta – Parallax
Gênero: Graphic Novel
Editora: Panini Comics
Roteiro: Danilo Beyruth
Arte: Danilo Beyruth
País de Produção: Brasil
Número de Páginas: 96
Ano de Publicação: 2020

Personagens criado por Maurício de Sousa

RESENHA (SEM SPOILERS):

Só pra situar quem chegou até aqui, saíram os volumes:
Astronauta – Magnetar (2012), Astronauta: Singularidade (2014),
Astronauta: Assimetria (2016), Astronauta: Entropia (2018)
e agora esse Astronauta: Parallax (2020),
que é o quinto volume do Selo MSP, onde o autor Danilo Beyruth
retorna ao universo do nosso querido Astronauta.
Astronauta nunca esteve tão perto de descobrir onde está.
E o mesmo acontece com os pais de Isabel.
Só que Danilo Beyruth insere nessa saga um outro Astronauta,
uma terceira versão do personagem criado por Mauricio de Sousa.
E essa versão do nosso herói é malvada e tem seus próprios planos.
Cabe ao Astronauta cumprir sua missão de devolver Isabel aos seus pais,
e voltar para sua casa e lidar com a nova ameaça.

Resenha escrita ao som de Meu Amor se Mudou pra Lua – Paula Toller

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!