18 de abril de 2024

“VOCÊ É FELIZ?” – O DETETIVE PARKER PYNE

FICHA TÉCNICA:

Titulo: O Detetive Parker Pyne
Título Original: Parker Pyne Investigates
Autora: Agatha Christie
Gênero: Policial / Aventura / Romance / Romance Policial
Editora: Nova Fronteira
Publicação: 1934
Número de Páginas: 193 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

Esse personagem de Agatha Christie é um funcionário público aposentado,
especialista em estatística, profundo conhecedor da natureza humana.
Uma vida armazenando dados e compilando estatísticas
lhe deu uma gigantesca capacidade de discernimento e, após sua aposentadoria,
resolveu usar seus conhecimentos para ajudar as pessoas a alcançar a felicidade.
Conta em sua equipe com a sua secretária, a senhorita Felicity Lemon,
e com a senhora Ariadne Oliver, uma grande romancista.
Aleatoriamente utiliza várias pessoas como coadjuvantes de seus planos.
Defende que às vezes uma pequena mentira pode ajudar a chegar na verdade,
também cria situações e armadilhas para chegar nos objetivos pretendidos,
mas consegue principalmente por causa do seu senso estatístico.

“VOCÊ É FELIZ? SE NÃO FOR, CONSULTE O SR. PARKER
PYNE. RUA RICHMOND, 17″

Sempre este anúncio de primeira página no jornal, aguçando a curiosidade das pessoas.
Parker Pyne consegue ter saídas para uma série de situações,
sejam elas uma mulher com ciúmes do marido, um militar entediado,
desfazer ações precipitadas, salvar um casamento, pessoas com rotinas monótonas,
encontrar objetos desaparecidos/roubados, desvendar assassinatos e sequestros,
ajudar uma mulher que se exilou e não quer voltar ao seu país
ou um caso de envenenamento sendo cometido lentamente.
São 12 contos que vão de problemas do dia a dia aos mistérios policiais
que costumamos encontrar nos livros de Agatha Christie.

O Caso da Esposa de Meia-Idade

O Caso do Soldado Insatisfeito

O Caso da Senhora Angustiada

O Caso do Marido Desgostoso

O Caso do Empregado de Escritório

O Caso da Milionária

Você Tem Tudo o que Quer?

O Portão de Bagdá

A Casa de Shiraz

Uma Pérola Valiosa

Morte no Nilo

O Oráculo de Delfos

Resenha escrita ao som de R.E.M. – Shiny Happy People

NOTAS E CURIOSIDADES:

Outros dois casos do detetive aparecem no livro
“Um acidente e outras histórias” de 1939 nos contos
“O mistério da regata” e “Problema na baía de Polensa”

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!