13 de abril de 2024

“MANTENHA-SE FIRME, NÃO IMPORTA A TEMPESTADE” – ATLANTIS: O REINO PERDIDO

FICHA TÉCNICA:

Nome Original: Atlantis – The Lost Empire
Nome do Brasil: Atlantis – O Reino Perdido
Gênero: Ação / Aventura
Ano: 2001
Duração: 1h 36min
Direção: Gary Trousdale / Kirk Wise
Roteiro: Tab Murphy
Elenco Principal: Michael J. Fox / James Garner / Cree Summer /
Don Novello / Phil Morris / Claudia Christian / Jacqueline Obradors /
Florence Stanley / Jim Varney / Corey Burton
País de Produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

O explorador Milo Thatch recebe inesperadamente um mapa
que indica a exata localização da cidade perdida de Atlantis.
Juntamente com o Capitão Rourke e sua tripulação,
ele parte em busca da cidade a bordo de um submarino,
bancado por um excêntrico magnata.
Porém, para encontrar Atlantis Milo, Rourke e sua tripulação
terão que enfrentar os mais diversos obstáculos
ao longo da jornada submarina.

Atlantis – O Reino Perdido é uma excelente animação da Disney,
cheia de ação, com um ótimo humor e com uma história bem escrita.
É um dos poucos filmes da Disney que é historicamente correto.
Com uma ótima dublagem brasileira, destaque para Princesa Kida (Camila Pitanga),
Helga Katrina Sinclair (Maitê Proença), Fenton Q. Harcourt (Orlando Drummond),
e claro, o protagonista Milo Thatch (Manolo Rey).
Imperdível!

Texto realizado ao som de Deborah Blando – Junto Com Teu Sonho

NOTAS E CURIOSIDADES:

O filme teve uma canção tema chamada “Where the Dream Takes You”,
interpretada por Mýa, tocada nos créditos finais.
No Brasil foi tocada a versão da cantora Deborah Blando,
e se chamou “Junto Com Teu Sonho”

O Filme iria ganhar uma série para explorar melhor todo o mundo de Atlantis,
mas a série foi cancelada, os primeiros episódios, já feitos,
foram reaproveitados na sequência “O retorno de Milo”.

Jim Varney, que fez a voz do cozinheiro caipira “Cookie”,
morreu de câncer em fevereiro de 2000, o filme foi dedicado a sua memória.
De acordo com outros membros do elenco, ele estava bastante triste de não poder ver
o filme quando estreasse nos cinemas e que amava demais o seu personagem.

Assim como o rei Leão foi acusado de copiar Kimba o leão branco,
Atlantis foi acusado de ser uma cópia de “Nadia- the secret of blue water”
pela similaridade entre histórias, personagens e cenários.

A produção do filme foi gigantesca, em um momento mais de 250 animadores,
artistas e técnicos trabalhavam para trazer o filme á vida.

Boa parte do filme foi inspirado pelo livro “20 Mil Léguas Submarinas”, de Júlio Verne.

Enquanto estão procurando Atlantis, o time passa por navios afundados,
um deles foi inspirado no Titanic que afundou no Pacífico em 1912,
2 anos antes dos eventos do filme.

Vários jogos eletrônicos baseados no filme foram lançados:
Atlantis: The Lost Empire – Search for the Journal & Atlantis: The Lost Empire -Trial by Fire,
sendo dois título do gênero tiro em primeira pessoa, ambos para PC.
Disney’s Atlantis: The Lost Empire para PlayStation, sendo um jogo de ação.
A THQ fez a conversão do título para os consoles portáteis GB Color e GB Advance.
Nestas, ele transformou-se em jogo do gênero plataforma.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!