14 de abril de 2024

“VOCÊ NÃO DEVE ESCONDER SUA FACE” – HALLOWEEN: O INÍCIO

FICHA TECNICA:

Nome original: Halloween
Nome do Brasil: Halloween – O Início
Gênero: Terror
Ano: 2007
Duração: 1h 46min
Direção: Rob Zombie
Roteiro: Rob Zombie / John Carpenter
Elenco principal: Malcolm McDowell / Sheri Moon Zombie / Tyler Mane /
Scout Taylor-Compton / Brad Dourif / Danielle Harris / William Forsythen
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

Michael Myers, aos 10 anos,
é atormentado pelos colegas de escola e também por sua família.
Para extravasar a raiva o garoto passa a usar uma máscara de palhaço,
com a qual tortura e mata animais.
Até que, em um Dia das Bruxas, a mãe de Michael
é chamada pelo psiquiatra da escola para uma conversa.
Ao saber que seria analisado, Michael foge da escola.
Já em casa é impedido de sair para comemorar o Dia das Bruxas,
pois sua irmã deseja ficar com o namorado.
Como vingança, ele mata o casal com facadas.
Este ato faz com que Michael seja condenado
e permaneça em uma clínica psiquiátrica por 15 anos,
Até que, na véspera do Dia das Bruxas,
Michael Myers consegue escapar, retornando à sua cidade natal para se vingar.

Halloween – O Início é um remake, com algumas diferenças com o original de 1978,
mas muito bem feito, com ótima direção e com um enredo atualizado,
trazendo um Michael Myers mais humanizado e aprofundando nos traumas dele,
o que se encaixa perfeitamente com nosso querido serial killer do dia das bruxas.
Imperdível!

Resenha escrito ao som de Epica – Cry For The Moon

NOTAS E CURIOSIDADES:

Esta produção é uma refilmagem do clássico Halloween – A Noite do Terror (1978).

A Dimension Films cogitou a realização de um cruzamento entre as séries Halloween e Hellraiser,
no estilo Freddy x Jason (2003), envolvendo os personagens Michael Myers e Pinhead.
Uma enquete sobre o assunto foi incluída no site oficial da série,
mas como os fãs não aprovaram a ideia, ela foi descartada.

No Brasil foi lançado quase dois anos após sua estreia nos Estados Unidos, em 2009.
Além disto a versão exibida teve um corte de 26 minutos, visando uma censura mais branda.

Em uma das cenas iniciais pode ser visto na TV o filme White Zombie (1932).
Trata-se de uma citação do diretor Rob Zombie à banda a qual fez parte nos anos 1980 e 1990,
cujo nome foi baseado neste filme.

O início da produção foi adiado devido ao falecimento de Moustapha Akkad,
produtor dos filmes anteriores da série.
Akad faleceu devido aos ataques terroristas ocorridos na Jordânia em 2005.

Antes de aprovar a versão apresentada por Rob Zombie,
a Dimension Films chegou a autorizar a produção de Halloween: The Missing Years,
um prelúdio que mostraria a época de Michael Myers na clínica psiquiátrica.
O projeto não foi adiante.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!