19 de julho de 2024

“A VOLTA DE SIR DANIEL AO HALL DOS HERÓIS” – MEDIEVIL: RESURRECTION

APRESENTAÇÃO:

MediEvil: Resurrection é um jogo de hack and slash com elementos de plataforma,
desenvolvido pela SCE Studio Cambridge e publicado pela Sony para o PSP em 2005.
Trata-se de um remake do “MediEvil” lançado para o PS1 em 1998.
porém com algumas mudanças comparadas ao jogo original.

O jogo é bem bonito graficamente, muito mais rico nos detalhes das fases.

HISTÓRIA:

O jogo começa como uma narrativa de um Reino fictício de Gallowmere no século XIII.
A 100 anos atrás o poderoso mago Zarok, tentou conquistar o reino de Gallowmere,
em uma batalha que terminou na morte do grande herói Sir Daniel Fortesque,
mas as tropas reais de Gallowmere conseguiram derrotar o mago Zarok.
Entretanto essa não é toda a verdade, Sir Daniel, além de covarde
foi alvejado por um flecha antes mesmo da batalha começar.
Agora, 100 anos depois, Zarok retornou e ameaça novamente o reino de Gallowmere.
Com sua magia sinistra, o mago transformou o dia em noite
e ressuscitou os mortos para servirem como seu exército.
Mas sua magia também trouxe de volta o covarde Sir Daniel,
que terá mais uma chance de provar seu valor e reconquistar a honra perdida.

Nosso atrapalhado herói tem que lidar com diferentes tipos de inimigos no jogo.

GAMEPLAY:

O jogo acontece em um mapa bem ao estilo do Super Mario World (SNES),
onde o jogador pode ir avançando pelas fases e depois retornar para as fases passadas.
O personagem principal é Sir Daniel Fortesque, ele é capaz de utilizar uma variedade de armas,
como espadas, clavas e até o próprio braço, caso não possua nenhuma arma no momento.
Sir Daniel também pode usar armas de longo alcance, como lançar punhais, fechas e lanças.
Esses ataques podem ser carregados por dois segundos e lançados ainda mais fortes.
Ele também usa uma variedade de escudos, que resistem a uma quantidade limitada de danos.
A energia de Sir Daniel é mediada através de uma barra de saúde,
Caso a barra de saúde acabe devido ao dano levado, ele pode utilizar “frascos de vida”,
que recuperaram automaticamente toda a sua saúde, caso ela esteja esgotada,
assim quanto mais “frascos de vida” achar no jogo, melhor!
Durante o jogo, Sir Daniel encontra duas cabeças de gárgulas nas fases:
As gárgulas verdes oferecem informações úteis (dicas),
As gárgulas azuis vendem armas, escudos e itens de cura em troca do ouro.

Se por acaso ficar em armas, o jeito é usar o braço, literalmente.

Em cada fase, Sir Dan é capaz de encontrar um cálice de almas,
que pode ser coletado se o jogador derrotar inimigos suficientes.
Sir Daniel pode usar os cálices para obter acesso ao Hall of Heroes,
porém nesse remake, o jogador ainda irá para o Hall of Heroes,
se ele tiver pego todos os cálices ou não,
onde ele pode falar com um dos vários personagens não jogáveis,
para receber uma nova arma ou outro item.
Uma das novidades desse “novo” MediEvil são seus mini-games.
Ao todo somam-se cerca de 70 jogos diferentes,
que devem ser destravados ao longo do modo campanha.
Eles são exclusivos para o PSP, um bom mini-game é o Guardian O’ The Bell,
onde você deve defender um sino por um determinado tempo.
Conforme o nível de dificuldade aumenta são mais inimigos e mais tempo de jogo.
E ao contrário de antes, não existe final alternativo nesse remake.

As vezes é preciso revisitar as fases para encontrar outras fases secretas bem escondidas.

GRÁFICOS E SONS:

O jogo é bem bonito graficamente, muito mais rico nos detalhes das fases,
tem muitas cutscenes que vão contando a história na medida que o jogo avança,
com aquele bom humor de sempre presente no jogo original.
Os sons estão excelentes, a dublagem sensacional e tem uma ótima narração.
As músicas estão épicas, alguns temas dos jogos anteriores foram reaproveitados,
outros são inteiramente novos, mas todos eles são ótimos.
A nova trilha sonora foi composta por Bob & Barn e apresenta performances
de membros da Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga.

Matar os inimigos ajuda a encher o cálice de Sir Daniel.

CONCLUSÃO:

MediEvil: Resurrection é um ótimo jogo para o PSP,
que manteve quase todo o conteúdo lançado no original e algumas coisas novas,
como melhorias na jogabilidade e mini-games exclusivos para o portátil.
mas não pense que o jogo ficou fácil, é tão difícil quanto o game de 1998.
É lindo graficamente, músicas épicas, bastante humor e muita diversão!
MediEvil: Resurrection é o retorno de um clássico!

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!