21 de maio de 2024

“ESSA DUPLA NÃO PAGA MICO” – DONKEY KONG COUNTRY

APRESENTAÇÃO:

Donkey Kong Country é um jogo de plataforma, desenvolvido pela Rare
e publicado pela Nintendo para o Super Nintendo (SNES) em 1994.
Saiu também para o Game Boy Color em 2000 e Game Boy Advance em 2003,
e Wii, Wii U, 3DS (Virtual Console) e Switch (Switch Online).

Cartucho de Donkey Kong Country para o GBA

HISTÓRIA:

Donkey Kong e Diddy Kong (sobrinho de DK),
estão vivendo pacificamente em Kongo Jungle,
até que o pirata King K. Rool rouba seu estoque de bananas,
deixando então para os dois a missão de percorrer a ilha,
para recuperar as bananas roubadas.

Nas duas fotos de cima é o jogo para o GBA e nas duas fotos de baixo é para o Super Nintendo.

GAMEPLAY:

O jogo conta com uma jogabilidade bastante simples,
basicamente pular e correr até o final da fase,
acertando os inimigos com algum barril ou pulando em cima deles.
O game não possui power-ups, mas dá pra coletar bananas ou balões de vida,
e quatro letras que formam a palavra K-O-N-G que juntas dão uma vida extra.
Também existe alguns lugares escondidos chamado de “bônus secreto”,
Se conseguir encontrar todos eles, dá pra terminar o jogo com 101%.
Nessa versão para o GBA tem uma coisa bem últil que são as estatísticas,
mostrando o que já foi pego em cada fase, pra evitar repetições desnecessárias.
Fora isso, o jogo tem bastante conteúdo extra que não tem na versão do SNES,
como o de Pescaria do Funky Kong, que além de te levar pra outros mapas,
agora você tem um mini-game de pescaria diferente pra cada mundo que visita.
Outra coisa super legal são as fotos que você vai pegando e adicionando num álbum,
elas estão espalhadas nas fases e minigames, são 19 páginas no total.
Além de tudo isso, que melhora e expande o conceito do jogo original,
tem um modo extra no menu do jogo chamado DK Attack, que seria um Time Attack,
alguns bônus novos como o da Candy, onde você dança e ganha recompensas.

Todas as fases do jogo original estão presentes na versão para o GBA.

GRÁFICOS E SONS:

Apesar da capacidade técnica do GBA ser menor que a do SNES,
Essa versão está maravilhosa, com todo conteúdo do jogo original.
O Jogo nos surpreende novamente com a riqueza dos detalhes gráficos,
apesar de passar por uma suave mudança de ficar mais claro na telinha do GBA,
isso porque o GBA não tinha uma iluminação externa.
Assim os jogos podiam ser jogado em todos os lugares.
Quanto a trilha sonora, as músicas continuam impressionantes,
trazem aquela sensação que te colocam no clima do jogo!

O Jogo nos surpreende novamente com a riqueza dos detalhes gráficos.

CONCLUSÃO:

Donkey Kong Country é um jogo que marcou uma geração inteira
e até hoje é referência de qualidade em todos os quesitos,
excelentes gráficos, músicas épicas, jogabilidade intuitiva,
tem um desafio equilibrado e várias fases (06 mundos no total).
DKC do GBA expandiu o que já era excelente no SNES,
e se tornou a versão definitiva de um clássico!

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!