29 de fevereiro de 2024

“HORA DA PANCADARIA COMER SOLTA NOVAMENTE” – FINAL FIGTHER GUY

APRESENTAÇÃO:

Final Fight é um jogo de Beat’em up (briga de rua) lançado pela Capcom,
para seu sistema de arcade CPS-1 (CAPCOM System 1) em 1989.
A versão para o Super Nintendo foi lançada em 1991.
Em 1992, a capcom lançou outra versão parao SNES chamada Final Fight Guy.
Final Fight foi portado para diversas outras plataformas, como Amiga,
Amstrad CPC, Atari ST, Commodore 64, PlayStation 2, Sega CD,
ZX Spectrum, Sharp X68000, Xbox, XBLA, Game Boy Advance, PSP,
Playstation Network, Virtual Console e em diversas coletâneas.

Caixa, cartucho e manual de Final Fight Guy

HISTÓRIA:

A história do jogo se passa na fictícia cidade Metro City,
um lugar que há muito tempo tem sido dominado pela violência e pelo crime.
Porém o ex-lutador de luta livre Haggar, recém-eleito prefeito da cidade,
está totalmente disposto a mudar tudo isso.
Mas uma conhecida gangue chamada “Mad Gear”,
sequestraram sua filha Jéssica, para poder chantageá-lo.
Assim ele próprio, Cody, o namorado da garota e seu amigo Guy,
partem para combater os criminosos e salvar a Jéssica.

Em Final Fight Guy o jogador pode escolher o personagem Guy ou Haggar.

PERSONAGENS:

Guy:

Guy é o personagem mais popular da série Final Fight.
Guy é o mais veloz dos três protagonistas, e o que se melhor usa katanas.

Cody:

Nessa versão para o Super Nintendo não tem o personagem Cody.
A Capcom trocou o personagem Cody pelo personagem Guy.

Haggar:

O prefeito de Metro City, pai de Jessica e um ex-lutador de luta livre.
Apesar de ser o mais forte, Haggar é o mais lento.

Um mapa vai indicando o nosso progresso nas fases.

GAMEPLAY:

Final Fight só pode ser jogado por um jogador na versão de Super Nintendo,
no qual o jogador controla o personagem Guy ou Haggar.
O jogador pode executar uma variedade de ataques, tanto no chão como no ar.
Cada personagem tem um ataque especial conhecido como “ataque giratório”,
que pode atingir todos os inimigos em volta,
mas ele drena uma porção de vida do personagem que o usar.
Este golpe é ideal para se livrar quando estiver cercado por vários inimigos.
Além dos golpes regulares, o jogador pode usar armas que são encontradas,
como uma faca, um cano de aço e uma espada.
Pode encontrar comida para recuperar a energia do seu personagem,
ou outros itens bônus como jóias e dinheiro para aumentar sua pontuação.
Dependendo do ajustamento nas opções antes de começar o jogo,
o jogador pode adquirir vidas extras quando obtém certas pontuações.
O jogo possui cinco fases, uma a menos do que o original (a fase Industrial Area).
No final de cada fase o jogador enfrenta um chefe.

Os gráficos estão bem feitos na versão do Super Nintendo.

GRÁFICOS E SONS:

Os gráficos estão bem feitos na versão do Super Nintendo,
As fases estão bem bonitas e com um visual típico dos anos 80,
e com personagens bem grandes e detalhados na tela.
Quanto a trilha sonora, está boa e com ótimos efeitos sonoros.
Essa versão do SNES não é a melhor versão do jogo, mas não faz feio.

Os personagens são bem grandes e detalhados na tela.

CONCLUSÃO:

Final Fight é um excelente jogo de briga de rua,
é curtinho como todo jogo desse gênero.
Esse port para o SNES é bem feito e divertido.
Apesar de ter uma fase e um chefe a menos,
seu maior problema é a falta do modo multiplayer.
Muito indicado pra quem curte jogos no estilo Streets of Rage,
Captain Commando, Double Dragon, Golden Axe etc…
Em Final Fight Guy, o personagem Guy é praticamente uma “DLC”,
muito antes da sigla DLC ser inventada…
E assim o jogo é um dos maiores clássicos do Super Nintendo.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!